29 de Nov de 2018

Porsche apresenta nova geração do esportivo 911

Visualizações: 28
Categorias:

Modelo mais icônico da marca alemã ficou maior e mais potente. Versão com pacote esportivo faz 0 a 100 km/h em 3,4 s

Depois do vazamento de imagens no começo da semana, a Porsche finalmente apresentou o novo 911 durante o Salão de Los Angeles, Estados Unidos. Obviamente, o esportivo mantem diversas linhas e itens da geração atual, especialmente o motor Boxer de seis cilindros na traseira.

Visualmente, o modelo conta com uma carroceria um pouco maior e rodas mais largas. As maçanetas agora se escondem quando não são necessárias, enquanto as lanternas traseiras são interligadas por um filete.

A grande novidade está nas versões Carrera S e Carrera 4S, ambas utilizam o já consagrado motor boxer com seis cilindros opostos na horizontal, porém o motor 3.0 passa a contar com 450 cv e 56 kgf.m de torque, aumento de 30 cv e 5 kgf.m em relação ao anterior. Segundo a marca, o Carrera S, que conta com tração traseira, chega aos 100 km/h em 3,7 segundos, enquanto o 4S, com tração nas quatro rodas, precisa de 3,6 segundos.

Quem achar pouco pode adicionar o pacote Sport Chrono, com ele o tempo cai para 3,4 segundos. O kit adiciona suspensão ativa, controle dinâmico de chassi e reduz a altura em relação ao solo em 20 milímetros. Comparando com a atual geração, o Carrera 4S é 0,6 segundo mais rápido que o GT3 atual e apenas meio segundo mais lento que o 911 GT3 RS que testamos recentemente. A velocidade máxima aumentou para os 307 km/h no Carrera S e chega aos 306 km/h na versão 4S.

O novo 911 contará com a transmissão automatizada PDK de dupla embreagem e 8 marchas como item de série, ao menos neste primeiro momento. A Porsche já anunciou que terá versões com câmbio manual, mas ainda não deu uma data para isso acontecer.

Para a Europa, onde o modelo chegará primeiro, o 911 Carrera S custará a partir de 120.135 euros, ou seja, R$ 525 mil na conversão direta. As entregas no velho continente começam em março, enquanto a chegada ao Brasil está prevista para o segundo semestre de 2019.

Fonte: WM1

Voltar